Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009
[21 de setembro de 2009]

Memórias. Nunca tive muitas dúvidas sobre o que nos ligaria por tantos anos, mesmo que temesse a separação. Brigamos tantas vezes, nos afastamos tanto... Mas mesmo assim continuamos juntos. Esse estar juntos não é algo necessário de se dizer, basta que estejamos e pronto. A energia fica diferente, natural.

E pensando agora as energias são diferentes. Quando estou com um determinado grupo de pessoas tenho sensações diversas. Não depende apenas da situação, mas das pessoas presentes também. Talvez por isso eu adore misturar pessoas de energias tão diferentes, gosto de ver o que acontecerá.

Às vezes eu queria poder guardar a energia que as pessoas me passam. Queria armazenar toda a impressão maravilhosa que deixam, tudo de bom que transmitem só com a presença. No entanto sei bem que só me resta agradecer por ter encontrado tantas pessoas especiais na minha vida - e olha que estou apenas começando a viver!
[18 de setembro de 2009]

Estou aqui há sei lá quanto tempo pensando em preencher esse espaço. Claro que eu poderia deixa-lo assim, em branco, e logo me esqueceria do tal vazio de agora. No entanto, como tenho mania com datas e horários - apesar de nunca respeita-los - decidi registrar esse instante-já (Clarice, me perdoe por esse plágio).

Sinto-me tão tranquila que tenho medo por saber que antes mesmo que eu note a paz me deixará. A tão rara sensação de nem muita tristeza e nem muita alegria - o equilíbrio, enfim. Sei muito bem tal silêncio, tal branco em minha mente será mera lembrança e, se algum dia eu voltar a ler essas palavras, talvez não as entenda por completo.

E a paz é tão grande que abraça o medo.
[15 de setembro de 2009]

Falou uma besteira qualquer que lhe surgiu na mente. Ou quase. A questão era que naquele momento qualquer besteira poderia ser perigosa. Preencher com palavras o silêncio de nem um minuto de cada passo no espaço da caminhada.