Pular para o conteúdo principal

(in)justiça cega [30 de junho de 2011]

É estranha a sensação de ter recém descoberto uma injustiça. Um misto de revolta com mãos atadas, de raiva e conformismo. Pior é não saber quem foi, por onde começou, o que causou, como se viesse do nada e fosse para lugar algum.

Isso não é coisa que se resolve naturalmente ou que se deixa passar, mas é preciso calma e amor agora. União.

Confiança e ética são palavras que não existem para certas pessoas.

Comentários