Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

DIVULGAÇÃO! Cursos de extensão em Língua Inglesa no Celin

O Centro de Língua e Interculturalidade da Universidade Federal do Paraná (Celin PR) abriu três novos cursos para o segundo semestre de 2012:

Conversação Pré-Intermediário
Terças-feiras, das 14h30 às 17h20

Creative Writing
Terças-feiras, das 19h às 21h30

Business English (Upper-Intermediate)
Terças e Quintas, das 18h30 às 20h10

Quem estiver interessado, favor entrar em contato para mais informações através do telefone (41) 3254-8715 ou pelo site http://www.celin.ufpr.br/.

Segue abaixo os cartazes dos três cursos:




Eutanásia em cães - O último dia de vida

Qualquer assunto que envolva a vida de alguém especial é delicado, mas não posso deixar de escrever num momento como este. Estamos tão longe de certas situações, nossas mentes se afastam tanto de possibilidades horríveis - até porque não seria possível viver se pensássemos constantemente na morte ou no fim de tudo e todos que amamos -, só que é preciso refletir quando nos acontece.

Um cão, assim como qualquer outro animal de estimação, é um companheiro para a vida, com o qual partilhamos emoções, sentimentos e aprendemos muito a amar e respeitar como são. Suas particularidades, defeitos e qualidades que fazem dele um ser único que está sempre por perto e faz parte de tudo o que somos. Perder um amigo assim não é fácil.

Não é fácil mas está acontecendo agora.

Tobi é um labrador muito bonzinho que mora na casa do meu namorado. Mesmo com seus 9 anos de vida, tem pique de moleque cada vez que vê alguém da família ou quando sai para passear. É um cachorro sempre alegre, brincalhão, forte …

Intimidade na madrugada

[2012.08.02]

Não, não podia ser a mesma coisa - até porque não era. O silêncio e a calma da madrugada, só eu e o papel, sem nenhuma ameaça de que o sistema poderia falhar e a imaginação virar pó. Pense bem, não é a mesma coisa poder pegar o caderno e tê-lo perto do rosto, escrever na posição que lhe é mais confortável, sem a luz direta nos olhos e realizar fluxos de pensamento até quebrar a ponta da lapiseira, e quebrar mais uma vez. Escrever assim é um ato de amor, uma necessidade vital, mesmo que a ninguém alcance, não há como não se entregar ao prazer da carne, agarrar, segurar, fazer surgir letras com as mãos que seguram e não apenas tocam teclas. Não, não é mesmo igual.

Começar um livro, de verdade - quantas vezes já me disse que começaria um livro de verdade? - melhor começar logo um livro de verdade, antes de pensar nas desculpas todas que criei, desde minha pouca idade até a falta de capacidade, melhor que seja um livro todo. Mas como fazer um livro todo se sou-me assim aos pe…