Pular para o conteúdo principal

meio dia inteiro

Quando acordou, pensou que aquele dia seria completamente seu, mas já era meio dia. Se fosse um pouco mais perspicaz teria levantado assim que seus dois despertadores tocaram ruidosamente, mas ela mal consegue lembrar de os ter desligado. Não era questão de ser perspicaz, talvez fosse só um costume e, como costume, não era bom nem mau. Olhou a lista de afazeres, aquela lista que ela guarda dentro de si porque se cansou de anotar em agendas, cadernos ou papéis que se espalham com o vento.

Sempre que escreve desata um pedaço de si e esquece de imediato o que queria fazer.

E afinal, quando é que temos um dia inteiro?

Comentários