Pular para o conteúdo principal

Cedo

Enquanto penso no medo
O que pensará o medo sobre mim?
Escondida na casca, tonta
Em segredo me amedronta
Antes do toque do clarim
Sob o olhar do medo uma concha construo
E nela coloco todo o medo que possuo
Para trancafiar-me com ele
Até o fim

Comentários